lugar do conhecimento

ciência, tecnologia e muito mais…

Firefox Ubiquity Agosto 27, 2008

O Firefox lançou um novo plugin chamado Ubiquity. Podem analisar as suas potencialidades no vídeo e instala-lo e testa-lo seguindo este tutorial.

……

 

VisionAire Agosto 18, 2008

Um interface interessante desenvolvido pela empresa Obscura Digital que conjuga o conceito de holograma e de ecrã multi-touche.

vídeo:

……

 

Provadores de roupa inteligentes Agosto 7, 2008

Num futuro próximo, na hora de escolher uma peça de roupa, os provadores vão dar uma ajuda.

ver reportagem RTP AQUI

……

 

Critical Software Julho 9, 2008

Lido no blogue Geração de 60:

A Critical Software celebrou dez anos. Lembro-me como se fosse hoje do final da Escola de Verão de Empreendedores, organizada no âmbito da Academia dos Empreendedores que lancei, na ANJE, nos tempos de Fernandes Thomaz. João Carreira apresentou aí o plano de negócios da empresa que iria criar, com os seus colegas Gonçalo Quadros e Diamantino Costa. Focada no desenvolvimento de software para sistemas críticos, um dos seus primeiros clientes foi a NASA. “Coimbra, a última descoberta da NASA” foi o tema da capa da revista “Ideias & Negócios” desse mês.
Há empresas que mudam uma cidade, resgatando-as de declínios anunciados. Tal como Michaell Dell (Austin), Bill Gates e Jeff Bezos (Seattle), o trio de fundadores da Critical foi decisivo no renascimento de Coimbra.
Dez anos atrás, Coimbra era uma cidade triste e parada no tempo. Rodeada de empresas a fechar, virada para as glórias do passado – “Coimbra Cidade Monumental”, anunciava (e bem) a placa na auto-estrada. Nos últimos anos, deu um salto de gigante. A Critical inspirou outros, os seus fundadores tornaram-se “role models” para muitos recém licenciados da Universidade de Coimbra. Nascem novas empresas como a Bluepharma, a ISA, a Crioestaminal e muitas outras.
O número de incubadas no Instituto Pedro Nunes, liderado por um empreendedora notável (Teresa Mendes), disparou. Um Presidente da Câmara (Carlos Encarnação), que investe em patentes. Um Reitor (Seabra Santos), com visão, corajoso e pragmático, que soube apostar numa equipa jovem e aguerrida. Um Pró-Reitor, Fernando Guerra, com rasgo, energia e capacidade empreendedora únicas, apostado no fomento do empreendedorismo e na criação de redes internacionais. Um centro de transferencia de tecnologia exemplar (liderado por Jorge Figueira). (Há três semanas, promoveram ambos o Medtech Forum, que levou a Coimbra 150 líderes europeuas na área da investigação, investidores e peritos do sector da Saúde e Tecnologias Médicas).
Um cientista empreendedor (Carlos Faro), que, com rasgo e determinação, se alia a um autarca visionário (Jorge Catarino, Cantanhede e seu sucessor, João Moura) para criar o primeiro parque de biotecnologia, Biocant.

Um capitalista de risco (Roberto Branco, Bioventures e Beta Capital) sem medo de apostar em “start ups”, onde acrescenta muito valor para além do capital. Um lider associativo visionário (Almeida Henriques) que, a partir do Conselho Empresarial do Centro (CEC), lança pontes, mobiliza vontades (o “Pacto para a Nova Centralidade”) e cria um capital social raro, muito raro, em Portugal. Um empreendedor académico (Borges Gouveia) que, a partir da Agência de Inovação e da Universidade de Aveiro, reforçou a componente inovação do “Pacto para a nova Centralidade”. (O Pacto – ver doc aqui - assenta em ideias simples e mobilizadoras: Reforçar a capacidade de inovação das empresas. Fomentar uma ligação dinâmica entre o sistema cientifico e tecnológico e as empresas. Criar condições para o desenvolvimento e crescimento das microempresas. Apoiar ao empreendedorismo centrado numa lógica de rede. Explorar formas alternativas de financiamento, como factor diferenciador. Aproveitamento dos recursos naturais, ambientais e energéticos. Tornar a região mais atractiva ao investimento directo internacional.)

A revolução silenciosa que se vive no Centro significa que nada é impossivel quando um punhado de mulheres e homens ambiciosos e sérios conjugam vontades.
Desde há três anos, a pedido da Câmara, a Brisa mudou a placa da A1. Coimbra passou a ser, “Coimbra, Cidade do Cidade do Conhecimento”. Coimbra não é Cambridge, mas está a mudar – e essa mudança é já visível.

Estes exemplos não são casos isolados. Por esse País fora, há mais Portugal empreendedor do que parece. Cavaco Silva não se têm casado de dizer (e reiterou neste fim-de-semana): Portugal precisa de apostar em empresas capazes de exportar bens transaccionáveis. Essa é a única resposta possivel à globalização: mudar de modelo, ou seja: mais inovação nas empresas e mais empresas a inovar. Empresas cuja vantagem comparativa não vem das relações com Estado, mas dos seus produtos e serviços, capazes de vencer no mercado mundial. Só assim se exporta mais e com mais valor. Só assim de cria emprego qualificado e se atrai talento.

Parabéns, Gonçalo Quadros, Diamantino Costa e João Carreira (hoje a viver em New Jersey, na liderança da Critical Links, um spin-off da Critica Software).

O mais bonito destes dez anos é constatar que os fundadores da Critical cresceram, mas não mudaram no que é essencial. Não se deixaram deslumbrar, não tornaram novos ricos, continuam a ser quem eram: gente séria e trabalhadora, apaixonada pelo que faz, sempre com sede de aprender e de empreender. É destes “role models” que eu gosto.

(A bonita foto em cima, do grupo fundador, cedida pelo João Carreira (sentado), faz lembrar a imagem lendária de Bill Gates e Paul Allen com o grupo fundador da Microsoft, em 1975…)

……

 

Programa informático detecta plágios Julho 8, 2008

Já surgiu em Portugal um programa informático que promete dar luta ao plágio académico. A Universidade Lusófona adiquiriu um software internacional que permite detectar trabalhos copiados.
É mais uma ferramenta ao alcance dos professores, para acabar com plágio que a internet facilitou.

ver vídeo RTP AQUI

……

 

Portugal na final Mundial da Imagine Cup Julho 7, 2008

Pela primeira vez, uma equipa portuguesa conseguiu ser apurada para disputar a final mundial da competição tecnológica promovida pela Microsoft.

Os representantes portugueses (UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro) irão competir na categoria de software design com um projecto intitulado de: Smart Container. Este projecto consiste na utilização de um recipiente equipado com um sistema capaz de detectar o nível de ocupação. Dado 80% de líquido no recipiente, é enviada uma mensagem por GSM para o servidor central que indica aquela casa como um local onde é necessária a recolha. Existiria assim uma minimização dos custos de recolha, e uma maior comodidade para o utilizador. O projecto abarca ainda o sistema de informação da recolha incluindo o backoffice de administração e as aplicações Windows Mobile para as pessoas a realizar a recolha no terreno.

fonte: Microsoft

……

 

Take Off – Inovação e Empreendedorismo na Área das Novas Tecnologias Julho 3, 2008

Realizou-se no passado dia 19 de Abril, em Coimbra, a segunda edição do evento Take Off – Inovação e Empreendedorismo na Área das Novas Tecnologias, organizado por Sérgio Santos e Alcides Fonseca. Como referido no site, o evento consiste no seguinte:

(…) apresentações sobre um tema subordinado ao assunto “Inovação e Empreendedorismo nas Áreas das Novas Tecnologias” seguido de uma breve discussão. As apresentações serão livres, basta para tal enviar um email com a devida antecedência para takeoff at ideias3.com. Relembro que o evento não tem um cariz muito técnico, assenta mais em ideias, projectos, negócios. (…)

.

Estão disponíveis na internet as apresentações e podcast das palestras realizadas em ambas as edições do evento.

Take Off 2007 – AQUI

Take Off 2008 – AQUI

.

……

 

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.