lugar do conhecimento

ciência, tecnologia e muito mais…

Carlos Fiolhais é o português com artigo mais citado Agosto 4, 2008

Embora possa ser uma notícia de relevo, há quem nos comentários a esta notícia conteste o destaque dado ao facto descrito no artigo:

.

04.08.2008 – 14h04 – Enganador…, Nowhere

O titulo da a impressao (errada) que e’ o artigo mais citado a nivel mundial de sempre, quando e’, na verdade, apenas o artigo mais citado com um (co)autor portugues. Talvez tambem nao fosse ma ideia ver o restante curriculo do Prof. Fiolhais… ai rapidamente se chegaria a conclusao que a sua participacao neste artigo foi um acasado da sorte. Por outro lado, o CV de John Purdue contem varios artigos do mesmo nivel…. (…)

.

Artigo do Jornal Público:

.

O físico Carlos Fiolhais é o cientista português com o artigo mais citado em todo o mundo. O investigador da Universidade de Coimbra é co-autor com o físico John Perdew de um trabalho com mais de 5600 citações.
O artigo foi publicado em 1992, na revista norte-americana “Physical Review B”. John Perdew, da Universidade de Tulane, em Nova Orleães, nos Estados Unidos é o primeiro autor de um estudo que apresenta uma fórmula inovadora que descreve a energia de um sistema electrónico.
O artigo tem como título: “Atoms, Molecules, Solids, and Surfaces: Applications of the Generalized Gradient Approximation for Exchange and Correlation”. Ao longo de mais de 15 anos, tem servido de “referência essencial numerosos grupos de investigação de todo o mundo”, refere uma nota hoje divulgada pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) a que Carlos Fiolhais está ligado.
“Os artigos sobrevivem quando se revelam úteis num ou, melhor ainda, em diversos domínios”, afirma o físico português. A fórmula foi “adoptada por praticamente todos os programas de modelação molecular” e 5.600 citações é considerado “um número completamente fora do comum para trabalhos científicos”, explica.
O artigo é “um filho que sobe na vida”, explica Carlos Fiolhais, acrescentando que “um pai só pode ficar orgulhoso”. A fórmula trabalhada por Carlos Fiolhais e John Perdew tornou-se muito útil em áreas distintas da Ciência e da Tecnologia, como a Biologia, Medicina Molecular, Farmácia, Física, Química, entre outras.
Tem sido particularmente usada no campo da nanotecnologia, a engenharia que realiza a modelação e o fabrico de sistemas à escala molecular.
Segundo a base de dados Web of Science do Institute for Scientific Information, empresa norte-americana que regista as publicações científicas e mede o seu impacto, é o artigo português com mais impacto na ciência mundial.
Na lista dos artigos científicos portugueses mais citados estão trabalhos da área da Medicina, com destaque para investigações sobre o cancro e a sida.

……

Anúncios
 

Janelas que geram energia Julho 11, 2008

Janelas que, além de proporcionarem vista panorâmica e iluminar a casa, conseguem captar a energia do Sol e transformá-la em electricidade podem estar no mercado dentro de três anos, diz a equipa de engenheiros do MIT (Instituto Tecnológico de Massachusetts) num estudo publicado hoje na revista “Science”.

“A luz é captada ao longo de toda a superfície da janela e concentrada nas extremidades”, explica Marc A. Baldo, coordenador do estudo e engenheiro de Electrotécnica no MIT.

Como resultado, em vez de cobrir o telhado com dispendiosos painéis solares – aparelhos que transformam a luz solar em electricidade – estes dispositivos apenas precisam de estar nas extremidades de um painel de vidro. Além disso, a concentração de luz aumenta a electricidade obtida em cada célula fotovoltaica “por um factor de 40”, explica Baldo, num comunicado publicado no site do MIT.

Segundo os investigadores, os concentradores solares podem reduzir os custos porque conseguem obter mais electricidade por cada célula.

O sistema, dizem, é fácil de fabricar e vai reduzir substancialmente o custo de produzir electricidade a partir do Sol. Por isso, a equipa especializada em técnicas ópticas, acredita que pode estar disponível dentro de três anos. A empresa que vai comercializar o novo produto, Covalent Solar, foi criada pelos investigadores e já recebeu dois prémios do MIT.

A investigação – na qual participaram ainda Michael Currie, Jon Mapel e Timothy Heidel – é financiada pela National Science Foundation.

fonte: Público

……

 

Terapia genética combate um tipo raro de cegueira Abril 28, 2008

Vodpod videos no longer available.

Uma terapia genética experimental permitiu restaurar parcialmente a visão a quatro pessoas. O ensaio clínico foi feito com sucesso em três jovens adultos no Hospital Pediátrico de Filadélfia. Outros três jovens receberam um tratamento paralelo feito por outra equipa na University College de Londres, destes só um é que teve resultados positivos.

continuar a ler esta notícia no Jornal Público AQUI

notícia na Revista Newscientist AQUI

:

 

Há cérebros que não percebem quando é preciso parar de comer? Abril 15, 2008

As pessoas com excesso de peso podem não saber quando e quanto é suficiente nos seus estômagos. Uma investigação que recorreu a imagens do cérebro revela como as “mensagens” de saciedade podem ser entregues ao organismo com diferentes tempos de intervalo o que levará a que algumas pessoas continuem a comer mesmo depois de “cheias”.

continuar a ler esta notícia do Jornal Público AQUI